• Paraíso17

Polícia ''quebra'' célula de facção criminosa que planeja matar agente penitenciário

Ação ocorreu na noite de terça-feira (5), em Dourados
Luis Gustavo, Da Redação
06/12/2017 11h20

Policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais), NRI (Núcleo Regional de Investigações) e policiais militares da ALI (Agência Local de Investigação), em uma ação conjunta, prenderam, cinco pessoas na noite desta terça-feira (5), na rua Santos Dumont, Jardim Paulista, em um conjunto de quitinetes, em Dourados.

 

O quinteto, segundo as investigações da polícia, está ligado a facção criminosa denominada PCC (Primeiro Comando da Capital), são eles: Elington Vicentim Gomes de 34 anos, conhecido como 'Tom', morador no Jardim Maracanã e dono da casa, Helinton Josuel Lara de Souza de 32 anos, o 'Gauchinho', Railton Mendes da Silva de 19 anos, residente no Jardim Canaã IV, Helton Martins de 31 anos, morador no Jardim Novo Horizonte e Wanderson Douglas dos Santos de 20 anos, residente no Jóquei Clube.

 

No local onde estavam, foram apreendidos um Fiat/Uno, cor prata, com placas de Dourados, revólveres calibre 38 e 357 e munições, quatro relógios, uma escopeta calibre 12 e 22 munições, além de vários celulares.

As investigações apontam que o grupo está ligado a facção e planejava matar agente penitenciário de Dourados e região, mas todos negam a participação.

 

A principal suspeita é que pessoas executadas de maneira cruel possam ter sido vítimas de acertos da facção, no chamado “tribunal do crime”, quando é realizado um 'júri' entre lideranças que decide se a pessoa deve ou não morrer.

 

O grupo foi encaminhado para a Delegacia de Polícia e autuado pelos crimes de associação criminosa, porte e uso de arma restrita. Com informações do jornalista Adilson Domingos (Lente Nervosa)






VEJA MAIS