• Paraíso17

Rose revela que desistiu de disputa como vice para agradar composição partidária

Ela é pré-candidata a deputada federal e aposta em projetos sociais desenvolvidos em MS
Top Mídia News / Imagens: Arquivo/TopMídiaNews
09/07/2018 12h30
Rose Modesto / Imagens: Arquivo/TopMídiaNews

Vice-governadora de Mato Grosso do Sul, Rose Modesto, pré-candidata a deputada federal pelo PSDB, garante que sua opção em concorrer a mandato no parlamento federal e não continuar vice foi definida para agradar as alianças partidárias.

 

Ou seja, o vice de Reinaldo não será do PSDB, contudo, o governador, candidato à reeleição, mantém em segredo suas alternativas. Na eleição passada, o PSDB venceu o governo por meio de chapa pura.

 

Rose Modesto sustentou ainda que, além do acordo que deixa a vaga de vice pela composição política, é desejo seu em desenvolver trabalho na Câmara Federal. “Ali posso ajudar Campo Grande e o estado de Mato Grosso do Sul. De emenda parlamentar [importância em dinheiro que o parlamentar indica para determinada região] temos R$ 20 milhões anuais”, disse a vice e pré-candidata.

 

Rose calcula que, para assumir uma das oito vagas na Câmara Federal, precisa de ao menos 70 mil votos. Na eleição municipal, em 2016, ela disputou a prefeitura de Campo Grande e conquistou em torno de 170 mil votos. Perdeu no segundo turno para o atual prefeito Marquinhos Trad, do PSD.

 

A pré-candidata disse que se virar deputada federal levará na bagagem projetos que já vem trabalhando como os ligados a questões sociais. “São programas sociais, não assistencialistas”.

 

Questionada se ainda tem interesse em concorrer à prefeitura de Campo Grande, Rose desconversou. “Posso ajudar a cidade, contribuir com a cidade de onde eu estiver, no caso, da Câmara Federal”, afirmou a vice-governadora.

 

Hoje, Rose, participa com frequência maior de eventos comandados pelo governador Reinaldo Azambuja, como a entrega de obras.






VEJA MAIS