• Paraíso17

Polícia Ambiental utiliza drone para monitorar cardumes no rio Coxim e Taquari

Foram apreendidas redes de pescadores que praticariam pesca predatória
Da Redação / Imagens: PMA/Divulgação
11/07/2018 11h00

Nesta terça-feira (10), policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Coxim realizaram fiscalização preventiva e monitoramento de cardumes no rio Coxim e Taquari com utilização de um drone. Durante a vigilância, os policiais verificaram por meio do aparelho, dois infratores em uma região nas proximidades de um córrego denominado Índio, transportando redes de pesca (petrecho de proibido).

 

Aparentemente, os infratores ao perceberem o drone, esconderam os petrechos ilegais à margem do rio e empreenderam fuga na mata. A equipe foi ao local e apreendeu duas redes de pesca, que mediam 50 metros cada.

 

A PMA continuará em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente com uso deste tipo de petrecho ilegal que tem alto poder de captura. Se identificados, os pescadores responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Há também previsão de multa administrativa de R$ 700 a R$ 100 mil.






VEJA MAIS